quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Finalmente... ou já?

É, mais uma vez, o ano termina. Aquela encheção de saco de retrospectivas, as pessoas que foram escrotas o ano todo querendo ser legais, presentes inúteis e comida em excesso. Calor no RJ, mas menos sol do que o esperado. Ale lá e eu aqui.

Não sei se estou torcendo pro ano acabar logo ou se me lamento que ele JÁ acaba. Definitivamente, 2008 entra pra minha biografia (futuramente escrita pelo meu irmão, já que eu quero ser igual a Madonna em algo, né?) como o ano da "?": foi horrível ou foi excelente?

- FUI PRA EUROPA
- Eu e o Ale fomos "separados": ele no meu país, eu no dele...
- Passei no Doutorado da UFF, sonho desde os meus 16 aninhos, quando decidi que queria fazer História
- Me decepcionei feio com um trabalho que eu gostava muito.
- "Casei" com o Ale, quer dizer, juntamos as escovas de dente, onde quer que seja
- Deixei Buenos Aires...

É, não consigo deixar de pensar que este foi um ano difícil. Principalmente porque há um ano atrás, eu tinha certeza que estava prestes a começar uma vida com o Ale lá em Buenos Aires.

Por isso, sem expectativas nem nada pro ano que vem. Só queria que o Sony começasse logo a nova temporada de Grey´s Anatomy. E só.

PS: Que sensação boa de liberdade por somente escrever, sem fotos, imagens, nada. Só textos. Parece até um bom livro...

sábado, 13 de dezembro de 2008

Finais de filmes

ADORO!

Mas o mais legal é que ele disse que pensou em mim quando escutou essa música! Meu lado mulézinha ficou todo bobo!

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Nem rola...

Eu até queria ir, porque gostei das versões acústicas, mas pagar 70 reais pra ver a Julieta Venegas... nem rola.

E ainda iria sozinha, acho que nenhuma alma no Rio sabe quem ela é.


Lo siento....

Escutando "Limón y sal"

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Pra contar um pouco...

Ainda nem contei nada da viagem surpresa pra Europa. Meu namorado além de lindo e fujão, agora conseguiu um trabalho que manda ele pra Bélgica. E como namorada, fui junto! 20 dias entre França, Bélgica, Alemanha e Holanda dá pra tirar aproveitar, né?

Não podia começar de outra maneira: AMEI BERLIM! Linda, contraditória, compelxa... a cidade é tudo! Ficar caminhando e vendo o caminho do Muro no chão, tentar entender como era a vida por lá há 19 anos, com a divisão física em 2 mundos... Berlim é magnífica!


Vou reproduzir o email que mandei de lá, que acho que descreve bem e mostra como eu tava emocionada com a cidade:

Definitivamente, minha grande e maravilhosa surpresa nessa viagem. Berlim foi aquele destino de última hora, que substituiu Londres (caro demais), então eu já fui sem muitas expectativas... e fiquei apaixonada. Acho que "emocionada" define melhor. A cidade é linda, e diferente dos demais lugares, onde sempre se valoriza a história nacional, Berlim é uma mistura de valorização e crítica. O período nazista é, obviamente, duramente criticado, e a parte da divisão da cidade com o muro foi o que mais me instigou. Mesmo quase 20 anos depois da caída do famoso Muro de Berlim, ele ainda está muito presente. É no mínimo interessante caminhar pela cidade e ver no chão o muro marcado. E tentar entender o que significou isso... Tive a sorte de ter sido recebida pelo casal mais fantástico da cidade, a Esther e o Marcel, e aprendi muito com eles. O Marcel é alemão e tinha 13 anos quando o muro deixou de existir, e me contou muita coisa. Por exemplo, me ajudou a entender o metrô, que é excelente mas cruza toda a cidade, ou seja, passa entre os dois lados! Ele me explicou que o metrô é anterior a 2a Guerra, e que no período da divisão da cidade tinha uma linha da parte ocidental que passava pela oriental, mas não podia parar. E os usuários viam o outro lado, de dentro do trem.


A cidade foi destruída nas duas guerras mundiais, especialmente na segunda, e muitos edifícios só foram reconstruídos com a reunificação, em 1990. Outros, como uma igreja na parte ocidental, permanece até hoje "quebrada", ou seja, um símbolo daquela época.

Confesso que a parte oriental me marcou mais, acho que porque é ali que está a diferença de tudo que já vi até hoje. A torre de TV famosa por ser um dos principais instrumentos de propaganda dos comunistas, as igrejas e museus, e os muitos edifícios que valorizam a vitória sob a França no final do século XIX, que resultou na unificação alemã.

A comida... peço a todos que se levantem e brindem pela comida alemã! Salsichas e mais salsichas, acompanhadas de uma boa cerveja, com mais de 5000 opções. E o melhor: barato. Berlim é um lugar barato, mesmo fazendo o câmbio pro real.

E, pra completar, caiu-se o mito de que o povo alemão é frio. Todos foram muito simpáticos, sem exceção. E nem se importavam se eu falasse inglês.
Fora o mais fofo: o bonequinho do sinal de pedestres! Minha melhor aquisição na viagem foi a essa camisa, com o verde na frente e o vermelho atrás. Eles estão por todos os lados, em chaveiros, copos, tudo!
Todos devem ir a Berlim!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

De vuelta

Mais de um mês sem escrever, e nem foi falta de tempo. Foi falta de vontade, mesmo.

Aí eu chego em Buenos Aires e tenho vontade de escrever como eu adoro essa cidade...
Ontem foram 4 empanadas! UHU! O plano é comer todos os dias até domingo!

Definitivamente eu não sei se um dia consigo abandonar de vez essa cidade...

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Politicamente incorreto

Quase um mês sem entrar. Não só porque meu computador agora virou decoração, mas porque, pra minha sorte, o Rio de Janeiro continua lindo e com um sol de rachar! Entendam: estive na praia!



E aí falando em praia, vou deixar o politicamente correto d elado e contar minha aventura (que não se repetirá) em arriscar a praia de Copacabana. Geralmente eu vou em Ipanema, muito raramente (e se tiver carona), até vou na Barra da Tijuca, mas a "famosa" Copacabana, nunca! Aí tô eu dentro do ônibus, um calor dos infernos, e resolvi descer em Copa, mesmo. Erro mortal.




  • O que aconteceu nesses últimos tempo no Rio? O que colocaram na água? Só tinha gente muito, muito gorda na praia! Mas bizarro, adolescentes obesos, em grupos! A OMS ignora Copacabana...

  • Loucos, aos montes. Uma hora tô eu quase dormindo com aquele sol na pele, meu mate leão com limão do lado, tudo ótimo... até que escuto: "A canga caiu! A canga caiu!", e uma mão na minha cabeça! A canga era a minha, que estava na cadeira, e uma louca (cara de louca, mesmo), me empurrou, me fez levantar da cadeira até que eu gritei que eu não me importava com a canga e ela foi embora, correndo pela areia e gritando "a canga caiu! Tem que levantar a canga!".

  • E fechando com chave de ouro: em maio minha irmã me deu um biquine lindo, de moranguinhos. E eu chego na praia e escuto essa pérola: "Adoro morango com creme, adoro!".

Agora, sem dúvidas, só Ipanema!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

"No hay pájaros en el nido..."

Se eu escrever agora, já começo a chorar... e ainda tenho um jantar de despedida!

Então, o auge de ontem à noite. Acho que vou passar um mês só falando sobre Calamaro, pra não ter que falar sobre despedidas...

"Porque es muy poco de amor solo una vez por semana..."

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

y en el fondo es tan hondo mi dolor porque me voy, y no se puede cambiar

Mi Calamaro querido

Que caiam todas as bolsas do mundo;
Que quebrem todos os bancos;
Que seja o "fim do mundo"...

... Porque ontem eu vi o Calamaro!

Daquele tipo de show que você sabe que vai ser foda... e é ainda melhor!

Calamaro canta até tango, minha gente. Tango. Nada melhor pra fechar minha etapa argentina (será?) como esse show.

Sem voz, e feliz como nunca.

Gracias, Calamaro querido!

mi vida fuimos a volar
con un solo paracaídas
uno solo va aquedar
volando a la deriva
vivir así no es vivir
esperando y esperando
porque vivir es jugar
y yo quiero seguir jugando
le dije a mi corazón
sin gloria pero sin pena
no cometas el crimen, varón
si no vas a cumplir la condena
quiero vivir dos veces
para poder olvidarte
quiero llevarte conmigo
y no voy a ninguna parte
no te preocupes, Paloma
hoy no estoy adentro mío
tu amor es mi enfermedad
soy un envase vací­o

terça-feira, 30 de setembro de 2008

O bom do Blog é isso: a gente escreve quando tem vontade. E ultimamente, não tenho muita.

Porque o tempo a gente que escolhe, é questão de prioridade. E, definitivamente, entre terminar a dissertação e mudança, a prioridade passou longe do Blog.

Já os outros que tenho estão abandonados, na sua própria sorte. Até o dia que eu acordar cheia de idéias e vontade e voltar a postar.

E assim vai funcionando esse espaço.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Saudade é uma merda


Faz a gente escutar Julieta Venegas e se sentir identificado...

Yo te quiero con limón y sal, yo te quiero tal y como estás, no hace falta cambiarte nada, yo te quiero si vienes o si vas, si subes y bajas y no estás seguro de lo que sientes.
Tengo que confesarte ahora
nunca creí en la felicidad a veces algo se le parece, pero es pura casualidad. Luego me vengo a encontrar con tus ojos y me dan algo más solo tenerte cerca siento que vuelvo a empezar.

As 100 maiores músicas dos anos 90

Tá cheio de gente por aí louca pelos anos 80. Aí vai na festa Ploc, compra o jogo (!), almanaque... eu não me identifico com essa década por uma simples razão: eu era criança. Logo, só o lado infantil me traz recordaçãoes.

Já a década de 90... é como se fosse a história da minha vida. Do que eu sou hoje. Excesso de cultura pop, no auge da minha adolescência. Por isso que eu compreo almanaque dos anos 90, que eu fico vendo programas sobre essa época. Porque é quando eu me sinto identificada.

Essa é a lista do VH1 100 greatest songs of the 90's. Discordo (muito) da lista, mas dá uma nostalgia ver tantos clássicos da minha vida juntos... marquei alguns, não necessariamente os que eu gosto, mas os que acho que são a cara dos anos 90. Só uma explicação: a lista foi feita por 60 mil votos. Todos dos yankees, claro, e por isso muitos a gente não se identifica. Mas cara, até a música de Dawson´s Creek tá lá...


1. Nirvana - Smells Like Teen Spirit
2. U2 - One
3. Backstreet Boys - I Want It That Way
4. Whitney Houston - I Will Always Love You
5. Madonna - Vogue
6. Sir Mix-A-Lot - Baby Got Back
7. Britney Spears - ...Baby One More Time
8. TLC - Waterfalls
9. R.E.M. - Losing My Religion
10. Sinéad O'Connor - Nothing Compares 2 U
11. Pearl Jam - Jeremy
12. Alanis Morissette - You Oughta Know
13. Dr. Dre (featuring Snoop Doggy Dogg) - Nuthin' but a "G" Thang
14. Mariah Carey - Vision of Love
15. Red Hot Chili Peppers - Under the Bridge
16. MC Hammer - U Can't Touch This
17. Destiny's Child - Say My Name
18. Metallica - Enter Sandman
19. Beastie Boys - Sabotage
20. Hanson - MMMBop
21. Celine Dion - My Heart Will Go On
22. Beck - Loser
23. Salt-N-Pepa with En Vogue - Whatta Man
24. House of Pain - Jump Around
25. Soundgarden - Black Hole Sun
26. Eminem - My Name Is
27. Counting Crows - Mr. Jones
28. Ricky Martin - Livin' la Vida Loca
29. Vanilla Ice - Ice Ice Baby
30. *NSYNC - Tearin' Up My Heart
31. Radiohead - Creep
32. BLACKstreet - No Diggity
33. Spice Girls - Wannabe
34. Third Eye Blind - Semi-Charmed Life
35. Oasis - Wonderwall
36. C+C Music Factory - Gonna Make You Sweat (Everybody Dance Now)
37. Green Day - Good Riddance (Time of Your Life)
38. Christina Aguilera - Genie In A Bottle
39. Goo Goo Dolls - Iris
40 . Color Me Badd - I Wanna Sex You Up
41. Spin Doctors - Two Princes
42. Collective Soul - Shine
43. En Vogue - My Lovin' (You're Never Gonna Get It)
44. The Fugees - Killing Me Softly With His Song
45. Hootie & the Blowfish - Only Wanna Be With You
46. Shania Twain - You're Still the One
47. Marky Mark and The Funky Bunch - Good Vibrations
48. Matchbox Twenty - 3 AM
49. Jewel - Who Will Save Your Soul
50. Alice in Chains - Man in the Box
51. Tupac (featuring Dr. Dre and Roger Troutman) - California Love
52. Sugar Ray - Fly
53. Naughty by Nature - O.P.P.
54. Joan Osborne - One of Us
55. Fiona Apple - Criminal
56. L.L. Cool J - Mama Said Knock You Out
57. Jay-Z featuring Amil and Ja Rule - Can I Get A...
58. Sophie B. Hawkins - Damn, I Wish I Was Your Lover
59. Weezer - Buddy Holly
60. Bell Biv DeVoe - Poison
61. Sheryl Crow - All I Wanna Do
62. Live - I Alone
63. The Notorious B.I.G. featuring Mase & Puff Daddy - Mo Money Mo Problems
64. The Presidents of the United States of America - Peaches
65. Digital Underground - The Humpty Dance
66. Edwin McCain - I'll Be
67. Deee-Lite - Groove Is In The Heart
68. Will Smith - Gettin' Jiggy Wit It
69. Korn - Freak on a Leash
70. Jamiroquai - Virtual Insanity
71. Arrested Development - Tennessee
72. Barenaked Ladies - One Week
73. Marcy Playground - Sex and Candy
74. Cher - Believe
75. Kris Kross - Jump
76. Blues Traveler - Run-Around
77. Ice Cube - It Was a Good Day
78. Lenny Kravitz - Are You Gonna Go My Way
79. Meredith Brooks - Bitch
80. Right Said Fred - I'm Too Sexy
81. Paula Cole - I Don't Want to Wait
82. Geto Boys - Mind Playing Tricks on Me
83. The Breeders - Cannonball
84. Snow - Informer
85. Cypress Hill - Insane In The Brain
86 The Cranberries - Linger
87. Billy Ray Cyrus - Achy Breaky Heart
88. Duncan Sheik - Barely Breathing
89. Liz Phair - Never Said
90. New Radicals - You Get What You Give
91. Sarah McLachlan - Building a Mystery
92. Public Enemy - 911 Is A Joke
93. Lisa Loeb & Nine Stories - Stay
94. Fastball - The Way
95. Montell Jordan - This is How We Do It
96. Nelson - (Can't Live Without Your) Love and Affection
97. Prince & The New Power Generation - Gett Off
98. EMF - Unbelievable
99. Missy "Misdemeanor" Elliott - The Rain (Supa Dupa Fly)
100. Gerardo - Rico Suave

sábado, 13 de setembro de 2008

"Puse precio a mi libertad... y nadie quiso pagarlo"

  1. Evo Morales tentando controlar a direitada da Bolívia, que agora acha bonito queimar, saquear, boicotar... são todas formas de luta válidas... pra eles. Pobres, nem pensem que na vez de vocês vão aceitar.
  2. Cristininha e seu amiguinho Chávez tendo que se explicar lá no tio Sam sobre aquela mala com 800 mil dólares, do ano passado, que todo mundo achou que ia ser esquecida... mas não foi.
  3. O Brasil ganhando várias medalhas nas Paraolimpíadas, mas ninguém nem aí, porque só importa torcer pra máquinas transformadas por drogas e treinamento sem limites. Descapacitados, o senso comum obriga a apoiar... mas isso não significa torcer.
  4. O Exército no Rio de Janeiro pra tentar garantir paz nas eleições. A Cidade Maravilhosa, mais uma vez, deve mostrar que é como a famosa mulher das piadas machistas: linda, gostosa, espetacular, mas muito, muito burra.
  5. 11 de setembro no Chile, 11 de setembro nos EUA. McCain y Obama juntos.E Bush quase indo embora, sem conseguir tirar a incômoda pedra do seu sapato, aquele lugar chamado Iraque.
  6. O mundo cada dia mais e mais sem sentido...

... e eu só consigo pensar:

JÁ TENHO ENTRADAS PRA VER CALAMARO DIA 05/10!

Esse é o meu grande egoísmo. Tenho vergonha de mim mesma... mas não tiro o sorriso cínico da cara.


Mi vida fuimos a volar
con un solo paracaídas
uno sólo va aquedar
volando a la deriva
vivir así no es vivír
esperando y esperando
porque vivir es jugar
y yo quiero seguir jugando
le dije a mi corazón
sin gloria pero sin pena
no cometas el crimen, varón
si no vas a cumplir la condena
quiero vivir dos veces
para poder olvidarte
quiero llevarte conmigo
y no voy a ninguna parte
no te preocupes, Paloma
hoy no estoy adentro mío
tu amor es mi enfermedad
soy un envase vacío
no te preocupes Paloma
no hay pájaros en el nido
dos ilusiones se irán a volar
pero otras dos han venido
si me olvido de vivir
colgado de sentimiento
voy a vivir para repetir otra vez
este momento
te bajaría del cielo, mujer
la luna hasta tu cama
porque es muy poco de amor
sólo una vez por semana
puse precio a mi libertad
y nadie quiso pagarlo
te cambio tu corazón por el mío
para mirarlo y mirarlo
ampas de gloria, mujer
quiero un pedazo de cielo
para invitarte a dormir
en la cama o en el suelo
un sacrificio ritual bién o mal
yo quiero hacerle a mi estrella
sin principio ni final
no puedo vivir sin ella

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Nosso 11 de setembro

Que lo sepan, que lo oigan, que se lo graben profundamente: dejaré La Moneda cuando cumpla el mandato que el pueblo me diera, defenderé esta revolución chilena y defenderé el Gobierno porque es el mandato que el pueblo me ha entregado. No tengo otra alternativa. Sólo acribillándome a balazos podrán impedir la voluntad que es hacer cumplir el programa del pueblo. Si me asesinan, el pueblo seguirá su ruta, seguirá el camino con la diferencia quizás que las cosas serán mucho más duras, mucho más violentas, porque será una lección objetiva muy clara para las masas de que esta gente no se detiene ante nada. Yo tenía contabilizada esta posibilidad, no la ofrezco ni la facilito. El proceso social no va a desaparecer porque desaparece un dirigente. Podrá demorarse, podrá prolongarse, pero a la postre no podrá detenerse. Compañeros, permanezcan atentos a las informaciones en sus sitios de trabajo, que el compañero Presidente no abandonará a su pueblo ni su sitio de trabajo. Permaneceré aquí en La Moneda inclusive a costa de mi propia vida.


Trecho do último discurso de Salvador Allende, 11/09/1973.

Querido diário,

perdi mais duas horas da minha vida vendo jogo da seleção brasileira. Depois eu reclamo que não termino minha dissertação...

E qual o problema do Lulinha falar que o Messi é o melhor jogador da atualidade? E não é?

O problema, meus queridos, é quando você estuda Ditadura Militar - Copa do Mundo de 1970, auge da repressão no Brasil daqueles tempos sombrios, e escuta o Lula se metendo em futebol, dando pitaco onde não deve, querendo até escalar a seleção. Aí vem aquele frio na espinha ao olhar as reportagens que vão pro anexo da dissertação e associar o Lulinha a essa:



Reconheceu? Ele mesmo, Médici, na sempre tão inspirada Veja.
Paranóia? Sem dúvida. Mas sei lá, né? Longe de mim comparar o Lula com o Médici, por favor! Exatamente pra evitar esse tipo de associação Lulinha podia deixar quieto o assunto futebol, não acham?

Acho que eu devia sair mais de casa e estudar menos...

Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n'roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol

Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta

Muita mutreta pra levar a situação
Que a gente vai levando de teimoso e de pirraça
E a gente vai tomando e também sem a cachaça
Ninguém segura esse rojão

terça-feira, 9 de setembro de 2008

"Entre "no me olvides" ...

hemos crecido y visto el mundo en los diarios
el comunismo resultó complicado
lo tuyo es mío y lo mío es mío
nos ha llevado a la indiferencia
tenés excusas, los otros tienen
que te mantengan para eso están
sos el burgués mas corrompido que existe
y te engañas pensando que sos un hippie
vos explotas a todos y no das nada
y eso es ser el peor capitalista

Andres Calamaro, Pato trabaja en una carnicería

Eu costumo dizer que tenho momentos de crise. Como todo mundo. Os meus acontecem pelo menos umas 2 vezes por ano. A de 2007 foi complicada, precisei até de psicólogo pra sair dela, de verdade. Mas na maioria das vezes elas são inocentes e me ajudam a me pensar, e eu até gosto disso. São típicas crises de "rebeldes sem causa". Me sinto sufocada, acredito menos e menos em qualquer tipo de instituição, e até nas pessoas. Fico bem pessimista, me visto mal (pra algumas pessoas isso é uma constante), como mal, bebo mais café que nunca. E fico andando por aí, só pensando em tudo que eu mudaria se pudesse. E acabo não mudando muita coisa... quer dizer, no mundo, porque em mim, mudo muito.

Tudo isso pra dizer que estou em um desses momentos. E o que eu acho mais interessante das minhas crises é que elas têm trilha sonora. E a da vez é Calamaro.

Andres Calamaro é um cantor argentino de cabelão enrolado, óculos escuro só pra fazer estilo, magrelo e com voz meio rouca. Todo o estilinho que eu gosto de um perfeito rebelde sem causa. Claro, associação direta com Noel Gallagher. Na verdade, desde dele nenhum cantor me deixava tão inquieta e transtornada.

Lá nos meus 14, 15 anos, quando eu era fanática pelo Oasis, ninguém entendia bem o porque. Claro que tinha todo meu lado adolescente por trás, e fui quase uma goupie. Mas essa fixação por um ídolo passou. O que não passou foi essa sensação estranha cada vez que escuto uma música deles. Por mais ridículo que pareça, Noel Gallagher consegue expressar muitas das minhas angústias em suas músicas. Principalmente pelo seu cinismo.

E é isso que eu também encontrei no Calamaro. Essa cara-de-pau, de falar coisas que normalmente não se diz por aí, ainda mais se você quer ser um cantor de sucesso. Afinal, ou você é otimista, ou um deprimido suicida como Kurt Cobain. Mas e as pessoas que, como eu, não olham pro nascer do sol e acham bonito, têm medo de casais que se declaram em público, não agüenta relações grudentas, DETESTA discutir relações, não se importa em dizer pra alguém "tô a fim de você" sem ficar fazendo joguinhos idiotas, pessoas assim, que apenas somos reclamões, mas que não queremos nos matar nem nada parecido. Nós, escutamos Noel Gallagher... e Calamaro!

Não tenho paciência nem pra por fotos nem links... então coloco alguns trechos de músicas.

Adoro como os dois, Noel e Calamaro, não subvalorizam o amor:

¿De qué hablamos cuando hablamos de amor?
¿Por qué cantamos canciones de amor?
Si suena mal y nunca tienen razón,
no se puede vivir del amor.
(...)
Que difícil que es vivir sin amor
pero sin fortuna es mucho peor
lo dijo Pepe por televisor
Calamaro, No se puede vivir del amor

If your leaving will you take me with you,
I’m tired of talking on my phone,
There is one thing I can never give you,
My heart will never be your home
Oasis, Stand by Me
E pra mostrar toda minha contradição...

Flaca,
no me claves tus puñales
por la espalda tan profundo
no me duelen, no me hacen mal
lejos en el centro de la tierra
las raíces del amor
donde estaban quedarán.
Entre "no me olvides"
me dejé nuestros abriles olvidados
en el fondo del placard del cuarto de invitados
eran tiempos dorados, un pasado mejor.
Aunque casi me equivoco y te digo
poco a poco, no me mientas
no me digas la verdad, no te quedes callada
no levantes la voz, ni me pidas perdón.
Aunque casi te confiese que también
he sido un perro compañero
un perro ideal, que aprendió a ladrar
y a volver al hogar para poder comer
Flaca,
no me claves tus puñales
por la espalda tan profundo
no me duelen, no me hacen mal
lejos en el centro de la tierra
las raíces del amor
donde estaban quedarán.






Ps: essa é a postagem 99... será que na 100 o Google me dá um presente? HAHAHAHAHA!

sábado, 6 de setembro de 2008

MPB: o Popular é o culpado?


Fico impressionada com a poesia que pode ser a música brasileira. Como pode um ser escrever algo assim e achar legal que alguém cante?

Sério, lê bem e responde: Alguém ainda acha estranho o Rafael Ilha comer pilha? Rima pobre, minha gente, foi sua escola!


"Dizem que eu sou alucinado... que eu tô batendo pino..." Jura?


Eu sou um carro, ela não guia
- Por favor, dirige. Guia rimava com... pilha.
Sou um cigarro, ela não fuma
- Total apologia, aí o cara come pilha e ninguém entende...
Eu tô na dela, ela tá numa

Eu tô de noite, ela de dia

Eu viro rádio, ela não liga
- Vira rádio? Como assim? Rádio de pilha? Ah, tá...
Eu peço um gesto, ela faz figa

Toco guitarra e bateria, ela só ouve sinfonia.
- ???

Refrão


Ela não liga se estou apaixonado

E nem se toca com a minha fantasia
Se ela soubesse quanto tenho estudado
- Nota-se, pela sua bela escrita
Pra ver se entro lá na sua academia
- Que academia, minha gente? Onde esse povo cresceu? Suspeito que essa letra é do Sarney, e seu grande esforço de entrar na ABL...

Ela não liga se eu pareço desligado

Mas acontece que ela já virou mania

Quando aparece eu já me sinto sorteado

Eu sou o bilhete ela é a loteria
- A frase por si só já é deprimente, mas cara, ela tenta ter nexo com a anterior... dá um desconto.

Ela não liga
Ela não liga

Ela não liga
Ela não liga pra mim


Você não sabe da minha história

Eu tô na sua geografia
- Arrasou! História-Geografia... entendeu?
Eu jogo sempre pela vitória

Ela só joga água fria
- Mas não era que ela nem se tocava, gente? Agora joga até água fria?



Me impressiona como o "Sarney" que escreveu essa belezura não considerou em nenhum momento fazer alguma rima com "liga-ficha-orelhão"...

Agora a gente entende, né?

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Eu vou!

Acabei de ler no Ego! que o Chico (Chico Buarque, para os não íntimos) ganhou entradas Vips pro show da Madonna e ainda não confirmou se vai.

Se for por falta de companhia, eu não me importo em agüentar a muvuca da Madonna que-não-tem-graça-porque-não-é-mais-puta... até dá pra gente dormir na casa da minha mãe, pertinho do Maracanã, e não ter que se estressar com o trânsito na volta.

Qualquer coisa, é só avisar.













Coisa mais linda

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

APAVORADA!!

Sério, nesse vídeo ela me dá terror!! Como pode??

"Pode enfiar... na bunda?"

MEDO!!

Sério, tenho muito, muito MEDO da Maísa! Como diz um dos caras do CQC (o que minha mãe diz que é bonitão), não é uma criança, é um anão disfarçado de criança.

Má, debochada, cada vez que vejo um vídeo dela no youtube eu tenho mais e mais medo.

E não agüento esse papo de que "pelo menos ela tá ganhando um dinheirinho", não vem, não: esses pais são cruéis. Entregam a filha nas mãos do Silvio Santos, botam essa roupa de boneca e acham bonitinho ela ser má com os outros, ou ficar falando como se fosse adulta.

E a boneca dela? É assustadora!

Para os corajosos, assistam outros vídeos e me digam o que acham.

Dando uma de Regina Duarte: "Eu tenho medo"!



Algumas de suas pérolas:


-Opa! Tô bêbada!
-Pode colocar... na bunda?
-Entendeu? Morô Mano?
-A ligação tá ruim, tá ótima, tá ruim, tá ótima...
-(criança nervosa) Eu já ouvi! Tudo bem!
-(criança nervosaII) Tá bom! Não precisa gritar!
-Alôr???
-A patinha dele é assim. Nossa, que horror!
-Uno, dues, três, quatres...
-Banco Supermiliário que eu amo!
-Porque nossa, não consigo falar...
-Eu sou apresentadora de primeira classe.
-Eu sou louca mesmo!
-Desirée, você é homem ou mulher?"
-Meu querido, Eu era cantôôra! (cara de esnobe)
- Alexandre, fala mais alto! Tá bom! Também não precisa gritar. Fala normal
-Não gostou do prêmio Matheus? Ah tudo bem! -Alôô? (próximo participante)
-Mais animação! Cadê a animação Michel?
- Nossa, dá até dó que você ganhou esse celular. Cê vai ter que deixar ele limpinho por que... Nossa! Não consigo falar
- Preystation? Um Preystation, tudo bem um Preystation!
- Alô? Alozinho? Alooooooooô! Alô, fala criança, por favor meu bem!
- Iiiii, se for eu mamo na mamadeira. Vou admitir, eu mamo tetê. Eu não tenho vergonha de nada.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Top 5 - séries 2007/2008

Adoro um Top 5. Tinha um amigo de Top 5 na faculdade, o Bruno. Trocávamos bilhetes na aula e emails, tema livre. Era o máximo.

Pros leigos, a idéia vem do filme Alta Fidelidade, um dos meus preferidos.

Hoje meu Top 5 é das minhas séries preferidas da temporada 2007/2008. Sintam-se a vontade pra criticar e fazer o de vocês. Merci!

My Boys. A série mais despretensiosa e simples que já vi. E Amei. sempre acho graça, acho que é pela simplicidade, mesmo. Nada mais é do que o dia-a-dia de uma jornalista esportiva e seus muitos amigos homens. Recomendo. Sony, nas segundas, 20h no Brasil e 21h na Argentina


Pushing Daisies. Adoro o surrealismo ao extremo desse programa. A sinopse já é bizarra: um cara que ao tocar os mortos, os revive. Mas se ele tocar novamente, eles morrem pra sempre. E se reviverem por mais de algum minuto, outra coisa do mesmo tipo morre. Digo "tipo" porque ele revive tudo, comida, gente, animais... Amo o estilinho "Amelie" da série. Warner, quinta-feira, 21h

Ugly Betty. Juro que gosto. É tão bizarro, exagerado, que me diverte. No Sony.

The new adventures of old Christine. Sério, dou gargalhadas. É como se a Elaine de Seinfeld tivesse casado, tido filhos e se divorciado. Hilário. Na Warner.

Veronica Mars. Tá, sei que já acabou na terceira temporada, mas só agora eu descobri, e gostei. Detetive adolescente. É isso. Na Argentina passa no I.Sat, no Brasil, nem sei...

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Pela democracia



Por aqui na Argentina, mais dois assassinos julgados e condenados pela justiça. Hoje saiu a pena para dois torturadores da última ditadura militar, Bussi e Menéndez: prisão perpétua. Infelizmente o Bussi vai cumprir prisão domiciliar por seu péssimo estado de saúde (eu queria vê-lo apodrecendo na cadeia), mas é uma grande satisfação ver que, pelo menos em algum lugar da América do Sul, esses assassinos são julgados e condenados.

Enquanto isso, no Brasil, a discussão do julgamento é caracterizada pelo senso comum de "revanchismo". Revanchismo seria eu defender que os torturadores da era militar fossem mandados pras prisões e torturados selvagemente, sem direito à justiça. Não, os que como eu defendem a punição e o julgamento dessa corja se chama JUSTIÇA. Queremos que, sob leis democráticas, eles sejam julgados por seus atos.

Quanto à revisão da lei da Anistia, defendo isso com unhas e dentes. Mas não é essa a questão aqui, exatamente o contrário. O que se discute é que a Anistia era pra crimes políticos, e que a tortura nos porões da ditadura por membros do governo é crime comum, portanto, a Anistia não vale.

Crimes de lesa-humanidade não tem prescrição, e já é hora do Brasil fazer valer esses milhões de tratados de direito internacional que assina. A violação dos direitos humanos é uma questão ainda presente na nossa sociedade, e para crescermos como democracia precisamos fazer justiça.

A reação dos militares brasileiros que fazem circo no Círculo militar é vergonhosa. Eles deviam ser os primeiros, como Instituição, de querer que a justiça seja feita, e assim tentar melhorar a própria imagem. O julgamento desassocia ações individuais de membros do exército da corporação como um todo. E a retórica utilizada dá, no mínimo, vergonha:

“A anistia de 1979 não era para idealistas que rompiam com a legalidade na esperança de um país melhor. Era anistia para marxistas, marxistas-leninistas, revolucionários maus, perversos, que não perdoam a derrota”. (General Sérgio Augusto Coutinho, ex-chefe do CIE) - Em Carta Capital

Poupem-me da palhaçada.

Mais que nunca, o Brasil precisa recuperar essa memória. E para quem pensa coisas do tipo: "mas e o julgamento dos terroristas?", por favor, nem perde seu tempo comentando aqui. Vai ler um pouco mais sobre o assunto e se informar, antes de falar merda.

Recomendo:

Um direito universal
Na mesma medida

sábado, 16 de agosto de 2008

"But hiswife was Madonna!"

Será que algum dia vão entender que "Os Simpsons" é uma crítica à ignorância dos norte-americanos?

E que nesse caso, a piada é com o filme, mostrando como a política hoje é mais que nada mídia?

Vamos, CQC!

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Sem querer ofender...


... mas já ofendendo, porque A-D-O-R-O intrigas e teorias: além de mim alguém mais acha que o Evo só ganhou porque a Cristininha desistiu de ir até a Bolívia dar o seu apoio ao "hermano"? Cara, nesse momento tudo que ela encosta dá errado... acho até que o Evo pediu:

Cris, brigadão pelo apoio e tal, mas tipo, é importante bagaralho que eu ganhe... você se incomoda de não vir dar seu apoio? É que ultimamente onde você toca... é isso.

XOXO

Evo


Ok, assumo que estou exagerando com Gossip Girls... mas não seria o máximo se eles se comunicassem assim?

sábado, 9 de agosto de 2008

Meus sonhos




Tem um blog que eu gosto bastante, o Surfista Platinado, e, fuxicando, vi o post sobre os 8 sonhos. Como o surfista disse que não ia convidar ninguém -coisa que eu chata fiz com o Meme- e quem quisesse escrevia o seu, então óbvio que eu que adoro dar pitaco vou participar, né? A proposta é: "elaborar uma relação com as oito coisas que quero fazer antes de morrer". Aí vai:

  1. Mais tatuagens. Acho lindo, e gosto da idéia de ter imagens que significam algo pra mim marcadas pra sempre no meu corpo. Nada muito chamativo, pequenas, como a que já tenho na nuca. Uma delas com certeza será a Mafalda.
  2. Ver um vulcão ativo. Sério, tenho muita, muita vontade de apenas ficar sentadinha, olhando aquele espetáculo da natureza, tão perigoso mas tão mágico...
  3. Escrever um livro que eu goste. Alguma coisa que seja útil, já que eu leio milhões e milhões de livros repetitivos, só pros autores colocarem no CV que possuem diversas publicações. Eu não, eu queria escrever algo que fosse novo, de verdade, e que servisse pras outras pessoas.
  4. Ajudar mais. Ajudar quem precisa, mudar um pouco tudo isso que me incomoda no mundo... e por isso escolhi minha profissão de educadora. Pra poder ajudar as pessoas a mudarem o mundo.
  5. Conhecer Fernando de Noronha. E ficar jogada no sol que nem lagartixa, só aproveitando a paz de estar em um lugar assim.
  6. Adotar uma criança. Por incrível que pareça, eu não tenho vontade de ficar grávida. Não acho bonito, e vejo a coisa de uma maneira negativa. Não me acho insensível por isso, porque sei que muitas mulheres pensam o mesmo mas por uma questão social temos todas que gostar de estar com uma barriga imensa e um bebê lá dentro. Eu não. Acho muito mais lindo e mais legal adotar. De verdade. Mas como adoro viver experiências de todos os tipos, quero poder viver os dois: adoção e gestação.
  7. Conhecer a América Latina, a grande paixão da minha vida. Quero conhecer cada espaço, cada lugar, cada cultura, cada sensação desse lugar que me envolve, me instiga, me enlouquece e me surpreende a cada dia. Sei que é impossível, e isso me apaixona cada vez mais. Quero pôr a mochila nas costas e sair por aí, conhecendo.
  8. Fazer o Ale feliz. Meu lado mais egoísta é, sem dúvida, me importar tanto com a felicidade do Ale quando sei que existem tantas outras coisas que merecem mais minha atenção nesse mundo. E isso é, pra mim, amor.
Bom, vou seguir a idéia do Surfista e deixar aqui a opção de quem quiser fazer sua própria lista. Sabe qual foi o mais legal de tudo isso? A dificuldade de conseguir 8 sonhos, porque na verdade eu já estou realizando quase tudo que quero e não vejo nada como impossível!

PS: Juli, achei a sua cara, hein?

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

"no me gusta esperar... pero igual te espero"

Em dias de saudade absurda, depois de viver intensamente 3 dias de pura alegria, só mesmo o Calamaro para expressar esse sentimento de vazio quando ele não está...

Te quiero pero te llevaste la flor
y me dejaste el florero
te quiero me dejaste la ceniza
y te llevaste el cenicero
te quiero pero te llevaste marzo
y te rendiste en febrero
primero te quiero igual
te quiero , te llevaste la cabeza
y me dejaste el sombrero
te quiero pero te olvidaste abril
en el ropero pero igual
te quiero no me gusta esperar
pero igual te espero
primero te quiero igual
te quiero me dejaste el florero
y te llevaste la flor
pero igual
te quiero me dejaste el vestido
y te llevaste el amor
te quiero pero te olvidaste abril
en el ropero
primero te quiero igual
no sé si estoy despierto ) bis
o tengo los ojos abiertos )
te quiero, no sé si estoy despierto
o tengo los ojos abiertos
sé que te quiero y que me esperan
más aeropuertos
te quiero te llevaste la vela
y me dejaste el entierro
primero te quiero igual
te quiero pero te llevaste la flor
y me dejaste el florero
te quiero me dejaste la ceniza
y te llevaste el cenicero
te quiero pero te llevaste marzo
y te rendiste en febrero
primero te quiero igual

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Paz e amor, eu?


Estou num momento de crise total, e isso é meio óbvio pela minha agressividade e acidez. Mas podia ser pior. Nem imagino o que seria de mim hoje sem a minha yoga. Vou 2 vezes por semana, uma terapia, de verdade. Além do bem físico que faz -durmo melhor, respiro absurdamente melhor-, tem o lado dos limites. Adoro ver como avanço cada dia mais e meu corpo vai conseguindo fazer coisas que eu nunca me imaginei capaz. Ou seja, é um desafio, estou superando limites próprios, entre eu e eu, e isso ajuda a estar melhor consigo mesmo, a se conhecer melhor.

Por isso eu recomendo yoga. Mas não sou dessas pessoas pentelhas que acha que porque é bom todo mundo devia fazer. Acho que quem quer, vai adorar. Porque é uma mudança em toda a vida, num estilo, e não apenas chegar lá e se esticar. Outro exemplo da mudança na minha vida: como muito menos coisas industrializadas e pesadas, pq meu corpo reage mal, e comecei a correr ao ar livre. E adoro, porque com a respiração controlada, é uma delícia!

Então, coloco aí embaixo para os que se interessam os tipo de yoga. Eu faço o Hatha Yoga, mas já fiz um sinistrão que é o Power, mas nesse momento preciso é relaxar, então, vamos ao Hatha!


O que é yoga?

Yoga

Yoga é a dissolução das alterações da mente. É um estado mental de supra-consciência onde o seu Self é dissolvido na "consciência cósmica". Você passa a ser o observador, o objeto obervado e a consciência sobre a observação. Tudo passa a ser uma coisa só. Para alcançarmos esta percepção diversas técnicas corporais e mentais devem ser incoporadas ao seu dia-a-dia e têm como objetivo a desobstrução do seu sistema nervoso. A mudança não ocorre de um dia para o outro, e independe de suas crenças, religião ou estudo, tornando a prática da Yoga o elemento fundamental para sua própria realização. Pratique Yoga !

Quais os tipos de Yoga que existem?

A prática da Yoga é muito antiga e é divida em tradições. Algumas tradições praticamente não existem no ocidente, ou são praticadas por grupos muito pequenos. As principais tradições praticadas do ocidente são:

Hatha Yoga. É a Yoga mais conhecida e difundida no ocidente.
É uma yoga vigorosa que tem como base principal o uso de
ásanas, mudras e bandhas para desobstruir o sistema nervoso.
Ashtanga Vinyasa. É a yoga com ênfase em Vinyasas, ou seja, em sequências fluídas entre os ásanas. Normalmente apenas após alguns anos de Hatha o praticante faz ashtanga, já que o preparo físico é um pré-requisito.
Iyengar. É a Yoga para os " perfeccionistas". Utiliza os mesmos ásanas da Hatha, porém a preocupação é com a precisão da postura. Para que esta precisão seja alcançada alguns elementos externos são utilizados: cadeiras, laços, fitas e etc.
Kundalini. É a yoga com ênfase em ásanas e canto de mantras para elevar a líbido (Kundaliní) do primeiro para o sétimo chakra. Kundaliní yoga e Kriya Yoga são yogas muito parecidas, porém a tradição Kundalini é uma versão menos rígida e por consequência mais conhecida. Kriya. É uma yoga onde o praticante executa uma sequência definida e fornecida por um guru. Existem 7 sequências (7 kriyas) e cada uma delas é fornecida apenas se o praticante atingiu proeficiência na kriya anterior. Não é uma Yoga para todo mundo... já que o praticante pratica sozinho e você pode ficar anos na mesma sequência, porém, algumas de suas técnicas são realmente MUITO potentes. É a Yoga para quem realmente quer "transcender".
Bhakti. É uma yoga devocional onde o praticante direciona seu amor para Deus.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Pimenta no ** dos outros...



Me deixa indignada ver o drama que os brasileiros fazem com a situação das Aerolíneas Argentinas atualmente. Tudo bem, esperar é um saco, vôos cancelados também, sem contar mal humor de funcionário (que normalmente estão é cansados de tanto mal trato). Agora acho muita cara-de-pau ver depoimento de brasileiro fazendo discurso contra a cia aérea dos outros depois do papelão que foi viajar de avião no país em 2006 e 2007.

Acho que todos devemos reclamar, exigir que cumpram nossos direitos, que devolvam o dinheiro gasto com alimentação etc, não me crucifiquem achando que defendo a Aerolíneas Argentinas, por favor! O que me irrita é essa posição de rebeldia como se isso fosse um problema exclusivo da Argentina. Que memória curta, minha gente, não tem nem 2 anos que éramos nós nessa situação!

Copio aqui um comentário de um leitor no blog Tangos e Tragédias, de uma jornalista da Folha de S. Paulo:

Martin
Querida Adriana: en diciembre del 2006 (habia comprado el pasaje en u$S 700) demore 24 horas en un vuelo de TAM para llegar de Brasilia a Buenos Aires. Nos tuvieron presos en el aeropuerto de Brasilia por 12 horas, con la Policia Federal de Brasil amenazando con detener a quien protestara, y nos embarcaron a Sao Paulo a las 4 AM (era para salir a las 7.42 PM). Sin ninguna informacion, ni alimentos, ni hotel pagos por TAM, recien embarque a las 1 PM en Cumbica a Ezeiza. Habia miles en los aeropuertos, sin ninguna atencion. Y Varig (es decir, Gol), tambien es un desastre. Te pierden las maletas, te maltratan, y cobranm carisimo por volar gracias al duopolio con TAM. Es decir, Aerolineas Argentinas es un desastre, IGUAL que las companias de Brasil. La diferencia? TAM y GOL cobran mas caro....!


Esse é o meu ponto. Vamos olhar pro nosso umbigo e reclamar, sim, mais sem esse cinismo de que isso é coisa de país em crise, certo?

Chega de vergonhas como a do Zeca Pagodinho, que reclamou tanto e o atraso foi de 4 horas em Barilche e 1:30 em Buenos Aires. Eu já tive mais de 5h de atraso na Gol, na Semana Santa perdi 2h em Porto de Galinhas por causa da TAM, e nas minhas duas viagens de Aerolíneas, foi super relax...

...mas pra ser escrota, aviso logo: minha irmãzinha chega na 6a e eu disse há 2 meses pra ela nem inventar de voar de Aerolíneas!

domingo, 27 de julho de 2008

Solteira na alma


Acho que ser solteira é um estado de espírito, mais do que um estado civil. Conheço várias pessoas que podem namorar e continuar solteiras, e me sinto parte desse grupo. Não que eu saia por aí traindo meu namorado, pegando geral, até porque ser solteira não é só dar pra todo mundo, né? Mas pela liberdade de poder fazer o que a gente quer, de ser independente, de no sábado à noite não ter que ver filme merda no cinema com o namorado pq sábado é noite de casal, e sair pra encher a cara com amigas e dançar a noite toda.

Depois de algumas relações escrotas, percebi que pra dar certo tem que ser solteira de espírito. Então por isso que me identifico com muitas respostas da lista abaixo, gentilmente roubada do blog Solteira(s) no Rio de Janeiro. É pra famosa pergunta "Por que você ainda está solteira?", no meu caso pode ser até pior, porque namorar sério e não casar em uma certa idade significa que tão te enrolando. Nem acho que já estou nessa certa idade, mas acreditem, escuto MUITO essa pergunta.

E não me sinto enrolada, acho até que eu enrolo, porque não tenho vergonha de gritar e assumir: MORRO DE MEDO DE CASAR! De viver em uma casa cheia de criança gritando suja de comida, ficar contando cada centavo antes do fim do mês, separar briga de filho, limpar cocô de cachorro... sei que tem um lado muito bom nisso tudo, eu por exemplo amo minha família, minhas lembranças são quase todas boas, mas acho que isso porque lá em casa nós 5 sempre tivemos um humor negro bem escroto, mesmo. Lembo que tive um namorado que era um fanático religioso (história mais batida...) e que meus irmãos riam quando eu falava que ele não ia no aniversário de fulano domingo à tarde porque tava na missa. Somos uns escrotos, eu sei, e só aceito ter uma família se for pra seguir essa escrotidão. Meu maior medo é terminar numa casona tipo aquelas de subúrbio de filme norte-americano, pagando hipoteca, com carro grande pra caber a tropa toda. Não, não desejo nem pro meu pior inimigo.

Tá, tudo isso pra explicar que sou solteira de alma, e por isso não quero casar e uso várias das respostas abaixo.

PS1: Só pra depois não escutar ninguém falando "Ah, mudou de idéia": só caso por questões legais, já que o Ale é estrangeiro, e isso pode facilitar muitas coisas pra gente. E só faço festa pra encher a cara e ganhar presentes, já que como todos sabemos, sou a esquerdista mais materialista que existe.

PS2: Nada contra casamentos alheios, se você quer casar, POR FAVOR ME CONVIDE, adoro as festas e a comida dos casamentos! Só não fique esperando pelo meu...

Agora podem ler a lista!

1. Pois é, ainda não casei. Veja só... não dá pra confiar nesses serviços de macumba! E ela me garantiu que a pessoa amada viria em três dias!
2. Porque você ainda não pediu minha mão!
3. O Johnny Depp/ Brad Pitt/ Tony Ramos já está comprometido...
4. Eu fico péssima de branco. - MINHA PREFERIDA!
5. Porque eu tenho sorte, ora!
6. Para dar a minha mãe uma razão para continuar viva.
7. Estou esperando meu noivo sair do coma... (e começa a chorar)
8. Eu ainda tenho esperanças de ganhar o concurso de Miss Brasil.
9. Meu noivo só está esperando sair a liberdade condicional.
10. Resolvi deixar para quando tiver a sua idade!
11. Nós estamos loucos para casar, mas a esposa do meu namorado não gosta da idéia.
12. Na verdade, eu não sei. Mas e você, porque você não emagreceu ainda?
13. É que acabou de abrir um bar de solteiros fantástico pertinho lá de casa.
14. Eu não preciso do dobro de roupa suja, obrigada.
15. É que eu escolhi casar com a minha carreira. Se bem que nos últimos tempos a gente anda à beira de um divórcio...
16. Estou esperando minha namorada fazer a operação de troca de sexo.
17. Estou esperando regularizarem o casamento homossexual no Brasil.
18. É que eu sou ninfomaníaca. Ninguém agüenta o meu ritmo!
19. A minha religião não permite.
20. Estamos esperando a conjunção perfeita de Marte com Urano, numa noite de Lua Cheia. E isso só deve acontecer lá para 2145...
21. É que eu sou celibatária...
22. Resolvi me converter e me interno em um convento na semana que vem.
23. O estatuto do meu condomínio proíbe maridos nos apartamentos
24. Como? E acabar com o frio na barriga das saídas de sábado à noite?
25. É que eu amo ouvir essa pergunta...
26. Meu noivo foi extraditado. - POSSO USAR QUE TODOS ACREDITAM!
27. Ele ainda não tem idade, mas assim que fizer 18 anos no ano que vem, nós casamos. - PIOR QUE ESSA TAMBÉM ACREDITAM...
28. Meu namorado é senador e é réu em duas CPI´s...Quando ele tiver limpo a gente casa
29. Casamento? Não, obrigada, sou adepta do sexo de qualidade sete dias na semana.
30. E por que eu faria isso? Pra embagulhar como você??


Versão masculina:

- Porque sua irmã está me enrolando há séculos. Quando ela quiser, a gente casa.
- Pra falar a verdade, fiz uma promessa. Só quando eu chegar ao número mil de quantas eu já comi, aí eu caso.
- Como pra mim, casar é sinônimo de game over, eu ainda estou ganhando no jogo!
- Pra que? pra deixar minha barriga crescer e ficar igual a sua? - MUITO BEM!
- Não obrigado, ainda prefiro deixar a mulher em casa depois de uma!
- Ainda não estou preparado psicologicamente para lavar, passar e cozinhar pra dois. Se já é difícil só pra mim, imagina casado! - ATÉ PARECE!!!

sábado, 26 de julho de 2008

"La reina del Plata" recebe minhas visitas



Uma das melhores coisas de morar em Buenos Aires são as minhas visitas. Amigos, família e amigos de amigos que estão sempre aproveitando o cambio favorável pro real e me visitam.

Muitas vezes não posso aproveitar tanto como quero, tenho que estudar, trabalhar e tudo mais, mas faço o possível pra mostrar minha versão dessa cidade que amo tanto.

Adoro quando escuto "Nossa, Buenos Aires pra turista é linda, mas com essa visão de morador é fenomenal!". E é verdade. Morar aqui é uma delícia, mesmo com todos os problemas e loucuras dos argentinos, que no fundo eu adoro. Você nunca vai se sentir monótono aqui, pode ter certeza. Tem sempre algo pra fazer, alguma coisa acontecendo na política, é um lugar que não para nunca.

sem falar na parte gastronômica... como tanto aqui que as pessoas que me conheceram no Rio não me reconhecem. Tudo é maravilhoso, carne, massas, sorvete, pães... manter a cinturinha é complicado.

Mas aí chegamos a outro ponto: caminhar por Buenos Aires. A cidade é plana e bastante seguro, o que permite fazer quase tudo a pé. Eu caminho sempre que posso, às vezes gasto uma hora e meia pra chegar em algum lugar porque vou caminhando, e adoro. Pra quem está acostumada com o Rio de Janeiro -que não só pela violência, mas pela geografia não permite caminhar dessa maneira para ir de um lugar a outro-, ter essa liberdade de que meus pés, e mais ninguém, me levem pra onde quero ir é muito bom.

Estou assim meio nostálgica porque ontem foram embora visitas muito especiais. Tive dias maravilhosos que me deixaram com muita saudade do Rio de Janeiro e dos meus amigos de lá. Mas já estou preparando a casa porque semana que vem já chega a nova safra. E eu já desisti de fazer dieta!

segunda-feira, 21 de julho de 2008

História do Rio - Colégio Pedro II

Morro de saudades... e logo no CPII que eu estudei. Lindo demais.

Babo o maior ovo!

Os Memes

Existe uma coisa no "mundos dos blogs" chamada Memes que eu não entendo muito bem. A pessoa te manda um Meme e você deve responder umas perguntas que ela já respondeu no seu próprio blog. Eu lembro daqueles e-mails que mandávamos com uma lista de coisas pra responder sobre cada um. Bom, o fato é que recebi um Meme (já tinha recebido antes, mas juro que não entendia bem o funcionamento da coisa!) da Carla e resolvi responder dessa vez. Espero fazer certo!

Ah, e temos que passar adiante... sei que essas pessoas não vão me dar a mínima bola, mas passo só pra ver a reação e criar situações constrangedoras:


* Quatro empregos que eu já tive:


1.Monitora/Professora de História
2.Assistente Comercial
3.Tradutora
4.Membro da equipe de conteúdos de uma consultora de comunicação

* Quatro filmes que eu assisto sempre que passam:

1.Alta Fidelidade
2.Amélie Poulain
3.Simplesmente Amor
4.Orgulho e Preconceito


* Quatro lugares que eu já morei:
1.Bauru
2.Rio de Janeiro
3.Buenos Aires
4. (Só morei em 3)

* Quatro programas de TV que eu gosto:
1.CQC Argentina
2.Sex and the City
3.Gilmore Girls
4.Seinfeld


* Quatro pessoas que me mandam e-mail regularmente:
1.Minha irmã, minha prima Natália e minha amiga Jú (contam como uma só pq mandam em cadeia)
2.Meu namorado
3.Minha mãe
4.Meu pai

* Quatro coisa que você faz todo dia sem falta:
Fora as óbvias relacionadas à higiene e alimentação:

1.Vejo e-mail
2.Leio jornal
3.Vejo TV
4.Mudo de opinião

* Quatro comidas favoritas:

1.Chocolate
2.Empanada
3.Camarão, especialmente o pastel de camarão com catupiry do Belmonte
4.Queijo

* Quatro lugares onde eu gostaria de estar:

1.Tilcara, no norte da Argentina
2.Arraial do Cabo
3.Rio de Janeiro
4.Com o Ale

* Quatro pessoas que eu desafio:
Essa é a parte que acho que ninguém responde

Túlio, Aires Buenos (imagino que com a ironia dele ia ser hilário!)
Tato, Fanático por quadrinhos
Ciana, Tenemos pero no hay
Julieta, Princesa do Jardim

domingo, 20 de julho de 2008

No escurinho do cinema argentino... também acontece política.

Dia 08 de julho tive um dia bem típico de identidade política da Argentina.

Fui estudar na Biblioteca do Congresso Nacional e quando cheguei, por causa do conflito entre campo e governo, as ruas principais estavam fechadas. Meu ônibus me deixou um pouquinho mais longe e fui andando. Em frente ao Congresso acontecia uma manifestação contra os dois, governo e campo, batucando, gritando nos microfones, um barulhão. Mesmo assim fui pra biblioteca, e passei a tarde toda escutando a manifestação, que teve até música com danças típicas.

Na saída resolvi atravessar a praça e ir ao cinema. Fui ver um filme sobre o movimento peronista, 1973, un grito de corazón.


El film combina documental y ficción para narrar la historia del peronismo revolucionario. La película relata la incorporación al movimiento de una nueva generación de militantes y de Montoneros, organización que irrumpió a principios de la década del 70 en la vida política argentina.


O filme é muito interessante, como historiadora me enlouqueci com as imagens, e até me emocionei com as cenas do Bombardeio da Plaza de Mayo. Mas eu tava na Argentina, e algo tinha que acontecer. Em um momento aparece a imagem do Perón e um discurso famoso em tempos de exílio, sobre a revolução popular e coisas assim, e nesse momento um senhor atrás de mim levanta e, no escurinho do cinema e grita:

"¡VIVA PERÓN!"


Acabou com o meu filme, claro. Nada podia ser melhor que essa manifestação aí, ao vivo. Isso é o dia-a-dia aqui no país do piquete.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Acabou? Será?


Há mais ou menos uma hora a presidente da Argentina, Cristininha K, revogou a lei 125, que gerou tanta polêmica e um conflito de mais de 100 dias (exatamente 129) entre Campo e Governo que dividiu a sociedade argentina.

Alguns vão pensar: "Pronto. Acabou". Será? Olha, 3 anos e meio morando aqui me ensinaram algo: não duvide de nada na Argentina. Sério. Vamos ver qual é a próxima crise...

Por enquanto, já que eu não tomo vergonha na cara, copio a cronologia que a Folha de São Paulo fez sobre a crise, para explicar de uma vez por todas porque tanta confusão! Se preferem algo mais detalhado, aqui em castelhano.

(Na foto, o "adeus" de Cristininha à sua querida lei)

-11 de março: Após dois dias de bloqueios aos portos por parte dos produtores agropecuários em protesto pela proibição de exportar trigo, o governo anuncia um novo esquema de impostos às exportações de grãos, cuja taxa varia em função dos preços internacionais.

-13 de março: As quatro entidades que reúnem os produtores agropecuários iniciam um locaute reforçado com bloqueios de estradas em vários pontos do país.

-20 de março: O sindicato de caminhoneiros envia representantes aos bloqueios para forçar os agricultores a permitir o trânsito do transporte de carga.

-25 de março: A presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, condena o protesto e rejeita o que qualifica como uma "extorsão" iniciada pelo setor rural.

Em Buenos Aires e nas principais cidades do país, o governo de Cristina ouve seu primeiro panelaço. Setores aliados à situação vão à Praça de Maio para impedir a passagem de manifestantes contrários ao projeto, o que gera alguns incidentes.

-26 de março: O governo adverte que enviará as forças de segurança aos bloqueios para liberar as estradas. Novos panelaços são ouvidos durante a noite em Buenos Aires.

-27 de março: O desabastecimento de alimentos básicos é sentido nas principais cidades do país. Cristina convoca os produtores para dialogar, mas condiciona a negociação ao fim dos bloqueios. O convite é bem recebido pelas quatro entidades agropecuárias.

-28 de março: Os produtores suspendem os bloqueios e é aberta uma mesa de negociações com o governo, que fracassa em função da falta de acordos. Os produtores retomam os bloqueios.

-31 de março: O governo anuncia compensações para pequenos produtores agropecuários, que na prática ficam isentos da alta dos impostos. As organizações agropecuárias reagem com cautela e ratificam a continuação da greve até 2 de abril.

-1º de abril: Agrupamentos sociais, políticos e sindicais convocam um ato na Praça de Maio em respaldo ao governo de Cristina. Os produtores agropecuários permitem o trânsito de caminhões com alimentos perecíveis, como lácteos e hortaliças.

-2 de abril: As patronais agrárias anunciam a suspensão por 30 dias do locaute e os bloqueios de estradas para retomar as negociações.

-6 de abril: O governo denuncia à Justiça as entidades do campo por "violar as leis de abastecimento e da segurança" e por "impedir o funcionamento normal do transporte", após o locaute de 21 dias e os protestos do setor.

-11 de abril: O governo retoma as conversas com as patronais agrárias.

-17 de abril: As duas partes concordam em garantir o fornecimento para provocar a queda dos preços dos cortes de carne populares, e para levantar as restrições à exportação do produto.

-18 de abril: O governo formaliza o começo do esquema de reintegrações e subsídios para pequenos e médios agricultores.

-30 de abril: Os produtores e o governo chegam a um acordo para retomar as exportações de carnes e trigo.

-2 de maio: As patronais agropecuárias retomam os protestos, mas sem bloquear estradas nem retomar o locaute, à espera das negociações.

-5 de maio: As autoridades argentinas retomam a exportação por quotas de carne de bovino.

-6 de maio: As entidades do campo se reúnem com o governo e asseguram que o Executivo admitiu que houve erros na aplicação do novo esquema tributário, o que foi desmentido horas mais tarde pelas autoridades.

-7 de maio: As entidades agropecuárias suspendem a comercialização de grãos para a exportação até 15 de maio, e se manifestam nas margens das estradas, mas garantem o fornecimento de alimentos. O protesto continua até 21 de maio.

-17 de maio: Empresários, banqueiros e legisladores pedem que o governo e o setor rural retomem o diálogo, diante de sinais da irritação da sociedade pela demora do conflito.

-19 de maio: As entidades rurais anunciam que a partir de 21 de maio retomarão a comercialização de grãos para a exportação como gesto para o reinício das negociações.

-23 de maio: governo e patronais agropecuárias retomam as negociações. A reunião termina com declarações oficiais de otimismo e uma clara inconformidade do campo.

-25 de maio: O setor rural convoca cerca de 300 mil pessoas em Rosário (centro da Argentina) para reivindicar o veto à alta dos impostos sobre as exportações de grãos.

-26 de maio: O governo rompe as negociações em função do "tom opositor" do ato em Rosário.

-28 de maio: O campo volta a não comercializar grãos com destino à exportação.

-29 de maio: O governo anuncia uma correção do esquema de impostos sobre as exportações de grãos, mas as mudanças não satisfazem o setor rural.

-17 de junho: O governo envia o decreto de alta tributária ao Congresso para sua discussão.

-5 de julho: O Parlamento, de maioria governista, aprova a iniciativa governamental por 129 votos a favor, contra 122 da oposição, e envia o decreto ao Senado para sua discussão.

-15 de julho: As grandes mobilizações convocadas a favor e contra a política governamental no conflito do campo provocam colapso em Buenos Aires.

-16 de julho: O governo sofre um duro revés após a rejeição do projeto no Senado, com o voto decisivo dado pelo vice-presidente do país, Julio Cobos.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

"O dia depois de amanhã"

"La Presidenta de los argentinos nos va entender. Me va a entender. Porque no creo que sirva una ley que no de la solución a este conflicto.

"La historia me juzgará, no se cómo. Pero espero que esto se entienda. Soy un hombre de familia como todos ustedes, con una responsabilidad en este caso.

"Que la historia me juzgue. Pide perdón si me equivoco. Mi voto no es positivo".


Hoje é o dia seguinte. Foi ontem, num total de 18h de discursos, a votação do Senado sobre a tal das "retenções" que rachou completamente a Argentina. Em Palermo os "homens do campo" acompanhavam por um telão; em frente ao Congresso Nacional, na praça, os manifestantes em apoio ao governo. Todos numa ansiedade que só teve fim às 4:15 da manhã.

O mais incrível de tudo foi a ironia. Terminou empatado, 36 a 36. E quem deu o famoso voto de minerva foi o vice-presidente Julio Cobos. A irônica surpresa? Ele votou CONTRA as retenções, ou seja, contra o governo. As palavras que abrem esse post são parte de seu discurso.


A Argentina hoje é um país diferente de ontem. Ainda não dá pra saber bem os efeitos, mas uma coisa é certa: foi uma grande derrota política dos K.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Adimirando em silêncio



Domingo acordei e ao ligar a tv para ver a temperatura fiquei quase uma hora muda, só admirando as imagens transmitidas por vários canais: a ruptura da Geleira Perito Moreno, que pela primeira vez na história ocorre no inverno.

Sei que isso pode ser conseqüência do aquecimento global (é o mais provável, segundo os cientistas), mas é impossível olhar pra essas imagens e não ficar maravilhado.

Pros que não sabem, essa é a "história" do Perito Moreno:

A Geleira Perito Moreno localiza-se na Argentina e está situada entre os 47º e 51º de latitude sul. Ela se estende desde o Campo de Gelo Patagônico Sul, na fronteira entre Argentina e Chile, até o braço sul do Lago Argentino, possuindo 5km de largura e 60m de altura. Seu nome é uma homenagem a Francisco Moreno, criador da Sociedade Científica Argentina e um renomado pesquisador da região austral daquele país. A Geleira Perito Moreno é considerada uma das reservas de água doce mais importantes do mundo.

É uma das geleiras mais imponentes e já foi chamada de a "oitava maravilha do mundo", devido à vista que se tem de seu topo. Localizada em uma zona rodeada por bosques e montanhas, está dentro do Parque Nacional Los Glaciares, criado em 1937 na Província de Santa Cruz, localizada ao sul da Argentina. Esse parque, de 724.000 hectares possui um total de 356 geleiras.

Em diversos pontos de sua extensão, a geleira represa as águas do Lago Argentino, fazendo com que esse atinja uma altura de até 30 metros. Neste ponto a água começa a fazer pressão sobre o gelo. Essa pressão cria um túnel com uma abertura de mais de 50 metros, por onde as águas do Rio Braço acabam descendo até o Lago Argentino. A pressão da água provoca um desabamento na borda da geleira, formando um espetáculo incrível. Esse processo se repete ao longo de intervalos irregulares: o último desabamento ocorreu em 13 de Março de 2006, dois anos após o desabamento ocorrido em 2004, sendo que o anterior ocorreu somente 16 anos antes, em fevereiro de 1988. Os turistas podem observar o fenômeno a 400 metros de distância, em instalações especialmente construídas para este fim.

Também é possível caminhar sobre a geleira, desde que se use sapatos e roupas adequados e acompanhado de guias especialmente treinados.

Fonte: Wikipédia


Normalmente o rompimento acontece nas épocas de mais calor, entre novembro e abril, e a última vez foi em março de 2004, segundo o site oficial. Aliás, como esse ano aconteceu fora da remporada alta e não dava para aumentar o número de vôos para a ida de turistas, o governo da província de Santa Cruz fez uma página onde se pode acompanhar o rompimento. Tem uma versão em português, cheia de erros, claro, mas vale a pena.

Atualizando:

Acabei de ler isso no La Nación. é impressionante como esse jornal sempre acaba com os sonhos da gente, tirando a poesia das coisas...

A tres días de iniciado el proceso del rompimiento, ayer ingresaron en el parque 567 personas para disfrutar del sol que, durante algunas horas, coloreó el glaciar, pero que no sirvió para ahuyentar el frío. Anoche, una intensa nevada volvía a caer sobre el hielo.

El proceso se inició el viernes a la mañana, cuando una fisura en el dique de hielo que separa el Canal de los Témpanos y el Brazo Rico dejó filtrar las primeras gotas de agua, que había logrado un desnivel de casi 9 metros entre los dos lagos.

Si bien los últimos rompimientos -los de 1988, 2004 y 2006- se dieron en los meses de febrero y marzo, que coincide con una época de alta temperatura para la región, el actual fenómeno sorprende en pleno invierno, aunque ya habría un antecedente en julio, en el año 1951.

El último rompimiento, con el derrumbe total del puente de hielo, ocurrió en la madrugada del 14 de marzo de 2006, cuando unos 10.000 visitantes acudieron al lugar durante el proceso.