terça-feira, 15 de abril de 2008

Miss plástico

Na semana passada aconteceu o Miss Brasil. Na verdade esse tipo de concurso não tem muita fama no Brasil, cabe às vencedoras saberem aproveitar seus 15 minutos de fama. Esse foi o caso da vencedora de 2007, Natália Guimarães, que até hoje se mantém nas páginas de fofoca especialmente por seu relacionamento com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves.

(Pausa: em 2007 eu estava no Brasil na final do concurso. Lembro que vi com minha prima -que ironicamente se chama Natália- e a futura vencedora já falava de sua admiração por Aécio Neves...)

Não gosto desse tipo de programa, mas tanto pela liberdade de expressão como por acreditar que gosto cada um tem o seu, não me importo muito que isso seja noticiado, até porque não vejo exageros por parte da mídia.

Mas esse ano me assustei. A vencedora foi, mais uma vez, uma Natália, dessa vez Natália Anderle, do Rio Grande do Sul. Linda, sem dúvidas. Simpática? Não sei, só vi fotos, mas é daquelas pessoas que pelas fotos parecem simpáticas. Por que eu me assustei? Porque a nova Natália não se limitou a fazer plástica nos seios, como é moda agora. Essas são as cirurgias feitas pela nova miss:

* silicone nos seios
* silicone no bumbum
* retirou duas costelas para afinar a cintura
* fez plástica no nariz
* lipoaspiração
* e usa dentes de porcelana.

Oficialmente, Natália apenas confirma parte das plásticas, o que pelo menos mostra que até a própria entende que algo está errado.

Beleza tem preço, isso está claro. O preço é quanto você pode pagar a um cirurgião (vide Carla Perez). Mas , novamente defendendo a liberdade de cada um, fico assustada com a necessidade de pessoas como a Natália Anderle de mudar tanto seu próprio corpo. Não importa o motivo, eu gostaria de saber se de verdade não incomoda ter que olhar todos os dias no espelho e saber que aquela ali não é você.

Olhem as fotos. A primeira é da Natália de 2007, e as outras duas da Natália de 2008. Não é dor de cotovelo, não, mas além dos nomes, elas não parecem ser fisicamente iguais?

4 comentários:

NANDO DAMÁZIO disse...

Haha, então eu também devo estar com "dor de cotovelo", porque elas são parecidíssimas !!

É um padrão de beleza pré-estabelecido que segue os mesmos estereótipos ..

Té + !!

Renato Rosário disse...

Livinha, você sabia que na Venezuela há anos TODAS as candidatas a miss fazem o máximo de cirurgias que podem?

Não sei hoje (nesses tempos de Hugo Chàvez), mas a Venezuela sempre teve o maior número de Misses Universo, e lá a coisa é "séria"! E já é obrigação fazer tudo quanto é tipo de plástica e mudanças no cabelo para ficarem mais próximas do "padrão" (ou o que quer que seja isso).

No Brasil, só apareceu isso agora, porque o concurso voltou à mídia, então nos próximos haverão outras bonecas montadas, com certeza!

Quanta cultura inútil, né?

Beijos!

Carla Beatriz disse...

Lívia,

Apesar de todas as plásticas, não achei a nova Miss Brasil tão bonita assim, prefiro a de 2007.
E sim, são muito parecidas. Que falta de imaginação, né?

Beijos

Ingrid Biann disse...

Incrível que olhando todas aquelas mulheres e nenhuma me parecia realmente bonita. São como disse, bem plásticas, vazias.