sábado, 9 de agosto de 2008

Meus sonhos




Tem um blog que eu gosto bastante, o Surfista Platinado, e, fuxicando, vi o post sobre os 8 sonhos. Como o surfista disse que não ia convidar ninguém -coisa que eu chata fiz com o Meme- e quem quisesse escrevia o seu, então óbvio que eu que adoro dar pitaco vou participar, né? A proposta é: "elaborar uma relação com as oito coisas que quero fazer antes de morrer". Aí vai:

  1. Mais tatuagens. Acho lindo, e gosto da idéia de ter imagens que significam algo pra mim marcadas pra sempre no meu corpo. Nada muito chamativo, pequenas, como a que já tenho na nuca. Uma delas com certeza será a Mafalda.
  2. Ver um vulcão ativo. Sério, tenho muita, muita vontade de apenas ficar sentadinha, olhando aquele espetáculo da natureza, tão perigoso mas tão mágico...
  3. Escrever um livro que eu goste. Alguma coisa que seja útil, já que eu leio milhões e milhões de livros repetitivos, só pros autores colocarem no CV que possuem diversas publicações. Eu não, eu queria escrever algo que fosse novo, de verdade, e que servisse pras outras pessoas.
  4. Ajudar mais. Ajudar quem precisa, mudar um pouco tudo isso que me incomoda no mundo... e por isso escolhi minha profissão de educadora. Pra poder ajudar as pessoas a mudarem o mundo.
  5. Conhecer Fernando de Noronha. E ficar jogada no sol que nem lagartixa, só aproveitando a paz de estar em um lugar assim.
  6. Adotar uma criança. Por incrível que pareça, eu não tenho vontade de ficar grávida. Não acho bonito, e vejo a coisa de uma maneira negativa. Não me acho insensível por isso, porque sei que muitas mulheres pensam o mesmo mas por uma questão social temos todas que gostar de estar com uma barriga imensa e um bebê lá dentro. Eu não. Acho muito mais lindo e mais legal adotar. De verdade. Mas como adoro viver experiências de todos os tipos, quero poder viver os dois: adoção e gestação.
  7. Conhecer a América Latina, a grande paixão da minha vida. Quero conhecer cada espaço, cada lugar, cada cultura, cada sensação desse lugar que me envolve, me instiga, me enlouquece e me surpreende a cada dia. Sei que é impossível, e isso me apaixona cada vez mais. Quero pôr a mochila nas costas e sair por aí, conhecendo.
  8. Fazer o Ale feliz. Meu lado mais egoísta é, sem dúvida, me importar tanto com a felicidade do Ale quando sei que existem tantas outras coisas que merecem mais minha atenção nesse mundo. E isso é, pra mim, amor.
Bom, vou seguir a idéia do Surfista e deixar aqui a opção de quem quiser fazer sua própria lista. Sabe qual foi o mais legal de tudo isso? A dificuldade de conseguir 8 sonhos, porque na verdade eu já estou realizando quase tudo que quero e não vejo nada como impossível!

PS: Juli, achei a sua cara, hein?

6 comentários:

Renato Rosário disse...

É, Livinha!

Alguns dos seus sonhos batem com os meus, como adotar uma criança, conhecer Fernando de Noronha, escrever um livro que valha a pena ser lido...

O outro é ver o Galo Campeão do Mundo (de campo, pois de futsal já foi há alguns anos). Mas acho que esse vai ser meio difícil, não? hahahaha

Beijão!

Lívia disse...

hahaha! Achei q vc ia falar que também queria ver o Vulcão!

bjs!

Surfista disse...

"Fazer o Ale feliz"

Nossa, menina, essa foi o sonho mais... mais... mais... doce que eu li em todas as listas. É de uma generosidade comovente.

Parabéns!

Surfista disse...

Aliás, adorei saber que você curte meus escritos. Mó orgulho!

Carla Beatriz disse...

Lívia,

Na lista de coisas que ainda quero fazer nos meus próximos 40 anos está adotar um filho.

Acho legal que vc seja franca quanto a não achar bonito gestar e parir e, ao mesmo tempo, queira passar pela experiência. Depois que a gente passa pela experiência, se torna uma mulher diferente, acredite. ;-)

Beijos

Julieta disse...

Ai, linda, são tantos os sonhos. Acho que é a única lista que me assusta! No fundo, penso que o que todo mundo mais quer é poder gritar um "Putaqueopariu, que vida q eu fiz!" quando estiver velhinho. E ficar com vontadede não ir embora daqui nuuuunca!!!!