quinta-feira, 30 de julho de 2009

Reflexão do dia



www.pagina12.com.ar

As malas e eu, eu e as malas

Mais uma vez, perderam minha mala em uma viagem. Dessa vez foi a TAM. A utra foi uma empresa de ônibus na Argentina, vocês podem ver mais aqui. Resumindo minha nova "aventura" com o transporte da América do Sul:

Saí do RJ dia 26, sexta-feira, 06am. Ia pra SP pegar o avião pra Lima. Só que atrasou no Rio e, por 5 min, perdi a conexão em SP. Foi uma confusão, meu vôo era TAM mas operado pela LAN, então eu tinha que fazer check in de novo em SP. E agora a parte bela de tudo: a TAM tem um vôo diário pra Lima, 08:35 am, então fez um acordo com a LAN para ter 2 vôos, só que o do da LAN sai... 08:25am! Ou seja, não tinha outro vôo! Tive que passar a sexta-feira num hotel em Guarulhos acompanhando o drama da morte do Micheal. E sem mala! De acordo com a TAM, minha mala embarcou, eu não. Beleza, né? Perdi a festa de uma amiga em Lima.
Sábado cedinho lá estava eu pra embarcar, tentando não desanimar, essas coisas acontecem e blá-blá-blá. Fui no avião conversando com uma senhora que me deprimiu: 55 anos e só faz turismo de aventura, seu último tinha sido no Paquistão, 170 km ANDANDO em não sei quantos dias. E eu em Cusco mal subiria ladeira! Aí tudo bem, vôo tranquilo, chego em Lima e... nada de mala! Ninguém sabia nada, nem LAN nem TAM! E ainda fui maltratada pelas responsáveis da LAN, pelo menos a da TAM foi um amor. Fiquei 2h nisso até sair do aeroporto. Cheguei no hotel com o Ale e fomos comprar alguma roupa, eu só tinha a roupa do corpo (do dia anterior!). Depois fomos almoçar com a Vane e o Hans, voltei pro hotel e nem consegui sair depois. Mal aproveitei. No dia seguinte, ligo pra TAM e nada, nem sinal da minha mala. Como eu viajava pra Cusco na 2a cedinho, lá fui eu comprar mais roupa: frio de 1 grau em Cusco à noite! Dessa vez relaxei, até sai e tomei uns drinks peruanos com a Vane e uns amigos dela.
Na 2a lá fui eu pra Cusco. Cheguei e fui logo ligar pra TAM pra dar o novo tel de referência e... Marilu, minha querida atendente, achou minha mala! Os experts de SP nunca a enviaram pra Lima, mereço, né? Bom, na 2a à tarde eles a mandaram pra Cusco e lá estava eu, cheia de roupas, com poucas malas (as duas são pequenas), mas feliz da vida com as minhas coisas!

Assim começou a viagem. E as coisas bizarras só foram aumentando.

Hoje li essa reportagem na Folha Online: 90 mil malas são extraviadas todos os dias no mundo. Pronto, LC, eu que tirava tanta onda, virei estatística!

terça-feira, 28 de julho de 2009

Rapidinha

Sim, estive viajando por aí. Sim, tenho muita coisa pra contar e muita preguiça pra escrever.

Mas só quero esclarecer rapidinho: não peguei a tal da Porcina (adoro o nome portenho da gripe!), e continuo sem conhecer ninguém que seja estatística dela.

Só isso.