segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Eu ainda não sei esperar...

Outra dia pensei nessa música. tanto tempo que não escuto. Na verdade desde os meus 16 anos tô meio saturada de Legião Urbana. Escutei tanto que dez anos depois ainda estou cansada. Mas nunca tinha reperado nessa letra. Melhor, nunca tinha me identificado, nunca tinha entendido. Hoje, quando eu peguei o táxi no aeroporto depois de mais uma da nossa rotina de despedida, ela fez todo sentido.

Sete cidades

Já me acostumei com a tua voz
Com teu rosto e teu olhar
Me partiram em dois
E procuro agora o que é minha metade

Quando não estás aqui
Sinto falta de mim mesmo
E sinto falta do meu corpo junto ao teu

Meu coração é tão tosco e tão pobre
Não sabe ainda os caminhos do mundo

Quando não estás aqui
Tenho medo de mim mesmo
E sinto falta do teu corpo junto ao meu

Vem depressa pra mim
Que eu não sei esperar
Já fizemos promessas demais
E já me acostumei com a tua voz
Quando estou contigo estou em paz
Quando não estás aqui
Meu espírito se perde, voa longe

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Com vocês, Túlio.

Tá todo mundo falando nele. E eu, como fã número 1 (no sentido de primeira fã, porque agora ele deve estar cheio de "menininhas inocentes" gritando por ele e pendurando fotos na parede) já tava me sentindo ofendida por não fazer o meu post.

O Túlio é a nova sensação da Internet brasileira. Pra muitos, está aproveitando seus 15 minutinhos de fama. Mas pra mim, que sou fã tem tempo (e gosto de divulgar meu mérito de primeira fã), esse fuzuê todo nem chama atenção. Afinal, nossos ídolos sempre são importantes, né?

Ele é O cara para tomar uma boa cerveja/um bom vinho (ou não tão bom assim) regado por empanadas. É só mandar um singelo sms e o Túlio vai lá. Ele vai em todas as minhas despedidas, e sempre pede mais uma. E quando a gente tenta fingir que não vive só de alcool, ele topa um starbucks, mas se eu ofereço creme pras mãos ele esculhamba logo: "Porra, só porque saio com amigas não significa que vou virar viado", ou algo do gênero. E mesmo ele agora sendo uma pessoa (quase) otimista, enxergando essa tal beleza da vida que muitos dizem existir, ele ainda é meu companheiro de reclamações preferido. E até a minha mão lê o blog dele. Mas o Túlio me conquistou de vez uma vez que, nem lembro porque, me chamou de "Jacu" no twitter.

Tudo isso só pra explicar porque eu sou fã antes do pagodeversion. Ah, claro, não posso deixar de falar que ele é fã do Oasis, do Calamaro, de cinema -programas que sempre combinamos de fazer juntos, mesmo que alguém fure, caso do Oasis- e faz as vinhetas do Family Guy. Só pelo Family Guy eu e meu irmãos já achamos que o Túlio deveria ganhar aquela medalha de honra que o Lula deu pro Tony Ramos mês passado.

Mas pros que ainda acham que é necessário explicar porque o Túlio faz sucesso muito além do pagodeversion, leia sua última entrevista. Pros preguiçosos, deixo essa parte que explica tudo:

Zannin – B#9: E o que rolou de resultado? Quase 20 mil views nos seus vídeos, entrevista no B#9 (hehe) e o que mais?
TB: Rolaram entrevistas em sites, jornais, revistas, vários posts em blogs que nunca ouvi falar, um possível contrato para comercializar música para celulares, um tweet do vocalista do Exaltasamba dizendo que curtiu a versão para “Me apaixonei pela pessoa errada” e e-mails de duas ex-namoradas.


Vai dizer que ele não é um ídolo?

:P