quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O sentimento nos trouxe de volta


Pra muitas pessoas o dia começou tenso na 6a feira passada. Afinal, era 6a feira 13, o dia que muitos acreditam ser de azar. Alguns, como Zagallo, acham que é o contrário, de sorte. Olha, confesso que o Zagallo não é exatamente algum por quem nutro simpatia, mas agora concordo com ele: minha 6a feia 13 foi um dia espetacular.

No sábado dia 07/11 eu não puedo ir ao Maracanã, não estava no Rio, e por isso não pude ver pessoalmente o Vasco conquistar sua volta à elie do futebol brasileiro. Num bar ao lado de uma igrejinha em Bragança Paulista, interior de São Paulo, arrumada pra um casamento, eu chorei de emoção no apito final.

Mas na 6a feira 13 eu estava lá. Sofri com o gol do América de Natal, foi como sentir novamente a tristeza dos últimos anos corroendo minha alma. Mas continuei apoiando, e cantando. Porque como deixamos claro esse ano, o sentimento não para.
Dizem que quem ama perdoa, segura a mão em momentos difíceis, ajuda a levantar a cabeça e a dar a volta por cima. Falem o que quiserem, sacaneiem como quiserem, mas em 2009 a torcida vascaína mostrou todo esse amor pelo belo time da colina.

Felizmente fomos correspondidos. Sim, eu gritei e comemorei o camepeonato, mesmo sendo a 2a divisão. E pra quem diz "eu me recuso, se fosse meu time não pagaria esse mico", então, sinto muito, a verdade é que você não ama mesmo seu time. E nem adianta aquele papo de "é que meu time não cai". Usei muito essa frase. Acredite: todos um dia caem. E aí descobrimos os que realmente são torcedores e os que só aparecem quando o time ganha.

Ano passado comemoramos o fim da ditadura Eurico, mas sofremos com o rebaixamento. Pra mim 2009 foi só de conquistas. Dinamite não só esta organizando a casa, mas trazendo novos sócios, fazendo com que a gente volte a ter aquela relação íntima com o time. E voltamos com a cabeça levantada pra primeira divisão. Não podemos esquecer que a maioria dos times não consegue o campeonato quando volta (caso do Botafogo. O Fluminense, nem comento, só volta pagando). E nós conseguimos.

Então eu comemoro muito, sim. Comemoro que o Eurico é um passado triste, mas superado; que o Dinamite tá aí; que voltamos pro nosso lugar; e que sim, ainda temos um longuíssimo caminho pela frente, mas o que realmente importa é que

O CAMPEÃO VOLTOU!


Nenhum comentário: